terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Não permita


Não permita Deus que eu morra...
Sem um dia dizer a ele
O quanto foi grande o meu amor

Não permita Deus que eu morra...
Sem poder olhar no fundo dos olhos dele
E dizer todas as vezes em que os meus se inundaram
Por vê-lo ao lado de um outro amor.

Não permita Deus que eu morra...
Sem poder ouvir mais uma vez
Aquela voz que me enchia de alegria e vigor.

Me atrevo a pedir, meu Deus,
Que não permita que eu morra...
Sem sentir o gosto do beijo
E o calor do abraço dele.





3 comentários:

  1. E não permita Deus que eu morra,
    Sem nesse momento de horror,
    poder deixar gravados para sempre, por ele,
    O meu ultimo verso de amor.

    =DDDDD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já que não foi possível personificar
      Esse meu nobre sentimento
      Que eu carreguei durante todo tempo
      Por ele, que sempre foi meu grande amor...

      Excluir